Decisão judicial suspende caducidade de empresa fluminense

No dia 30 de março, o Departamento de Transportes Rodoviários do Rio de Janeiro (Detro), declarou a caducidade da Expresso Cruzeiro do Sul, que opera as linhas  410T São João de Meriti – Barra da Tijuca e 420T Nilópolis – Barra da Tijuca via Mesquita). A caducidade começou a valer no último dia 04 de abril.


Ontem (04/04) as empresas Transportes Flores e Cavalcanti & Cia (Nilopolitana) operaram as linhas 410T e 420T respectivamente, porém por determinação judicial, a Expresso Cruzeiro do Sul voltou a operar as linhas, nesta quarta-feira (05/04).

A decisão suspendeu, pelo período de 30 dias, os efeitos da declaração de caducidade da empresa determinada pelo órgão.

Texto: JC Barboza
Foto: Rodrigo Gomes

Compartilhe este post
Matéria anterior
Próxima matéria

Mais vistas do dia

Uma nova empresa surge no mercado de fretamento e turismo do Rio de Janeiro
Tj Turismo com novos DD's na frota
Tecnobus, a fábrica de ônibus da Itapemirim
Viação Nossa Senhora das Graças renova sua frota com CAIO Induscar
ATENÇÃO: Este conteúdo é protegido.